CONCRETO-ABSTRATO

Eu começo meu diário hoje com uma citação admirável de Freinet:

“Se você não voltar a ser como uma criança…” não entrará no reino encantado da pedagogia… Em vez de procurar esquecer a infância, acostume-se a revivê-la; reviva-a com os alunos” (FREINET, 2004, p. 28-29).

Que delícia não deixar de ser criança e poder revivê-la diariamente. Hoje retomando uma conversa da Mariana, na Assembleia do final do dia eu falei:

_Ma você lembra quando disse que nasceu no dia das mães?

_”Lembro Laís mas não foi isso que eu disse. Eu falei que o meu aniversário é que é no dia das mães”.

Não é lindo demais isso?

O que dizer? Nada, porque o responsável pelo transporte particular da Mariana chegou. Limitei-me a dizer: Amanhã a gente conversa mais. No caminho para casa esse diálogo não saia da minha cabeça e nem o sorriso em meus lábios pela pureza infantil. Eu como educadora me considero de fundamental importância para elaborar estratégias do aprendizado pesquisando a melhor forma de ensinar, considerando as diferentes forma de aprender de cada indivíduo. Pensando nisso reformulei mentalmente um tema para a nossa Roda de Conversa.

Segundo Freinet (1977) cabe ao professor estimular e confiar no desenvolvimento e na capacidade de cada criança. Deve este colocar-se sempre no patamar da criança, compreendê-la, ouvi- la e assim ensinar-lhe de acordo com as possibilidades e necessidades da criança.

Amanhã retomaremos a conversa com uma estratégia de ensino compatível com os saberes infantis de uma sala multietária, tomando o cuidado com as palavras. Exercitarei a abstração do imaginário infantil. Calendário Palavra Cantada em mãos, vamos lá. Amanhã eu conto o resultado.

Até amanhã.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FREINET, Cèlestin. Pedagogia do bom senso. São Paulo, Martins Fontes, 2004.

______________. O método natural I. A aprendizagem da língua. Lisboa, Editora Estampa, 1977.

4 thoughts on “CONCRETO-ABSTRATO

  1. Lindo o novo layout do blog!
    Eu também adoro essa lógica infantil… e adoro principalmente quando a gente consegue organizar a coisa (a roda, a brincadeira) de modo a permitir que esse pensamento saia… Nem sempre a gente consegue, né? Mas é lindo quando isso acontece…

  2. Lindo o novo layout do blog!

    Adoro quando a gente consegue organizar a coisa (a conversa, a roda, a brincadeira) de tal modo que permita à criança expressar toda sua lógica, todo o seu pensamento… Acho lindo quando isso acontece, eu fico super feliz… Nem sempre a gente consegue, né?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s